Notícias

Investimento no trânsito volta a ser discutido durante Sessão Ordinária

Os vereadores da 9ª Legislatura da Câmara Municipal de Primavera do Leste apresentaram cerca de 20 indicações de melhoria para diversos bairros do município. Ainda no grande expediente, da Sessão Ordinária desta segunda-feira, 25, diversos assuntos fizeram parte da pauta dos discursos dos parlamentares. Um deles que voltou a tribuna está ligado a mais investimentos no trânsito.

 

 

 

 

 

 

 

O presidente da Casa de Leis, o vereador Miley Alves (PV) foi o primeiro a voltar a defender a criação de uma Secretaria de Trânsito. Em sua ótica isso facilitará conseguir recursos, inclusive, federais para investir e reorganizar o trânsito. “A CMTU não tem estrutura para atender toda a demanda existente. Acredito que como eu, os colegas vereadores tem solicitações não atendidas. Tenho algumas há mais de seis meses”, salientou, reforçando o pedido de um indicação de uma faixa de pedestre na Avenida Paraná, cruzamento com a Piracicaba, próximo a escola Sebastião Patrício. “No local tem um grande fluxo de pedestre, principalmente crianças, por conta da unidade educacional”.

Outra defesa feita pelo presidente é da indicação que visa a construção de uma via com acesso da rotatória das avenidas dos Trabalhadores, Califórnia e Pupunha, até a rotatória das avenidas Amazonas com Avenida das Araras Vermelhas, no loteamento Belvedere, passando por trás do Lago Municipal.“Esse pedido de autoria do vereador Carlos Instrutor (PSD) e minha facilitará e desafogará o trânsito na região, e isso será muito importante para a comunidade com o obra de asfaltamento dos bairros que ligará o Primavera III ao Tuiuiú”.

Já o também pevista e segundo vice-presidente, o vereador Kinha Juritis, durante o uso da tribuna, agradeceu ao prefeito Léo Bortolin (MDB) pelo trabalho de limpeza feito pela equipe da Secretaria de Infraestrutura, no bairro Guterrez. Ele também levantou um assunto da sobrecarga de trabalho de servidores lotados nas obras. “Sabemos que cada pasta tem seus recursos, o Executivo precisa reformular a questão dos profissionais de mecânica, borracharia e que lavam carro. Eles precisam atender a frota de veículo da saúde, educação e obras. Acredito que, se cada pasta tiver seus servidores, o trabalho vai acontecer de maneira eficiente”, afirmou.

O vereador Antônio Marcos, o Piru, do Partido Progressista, comentou que essa demanda da Secretaria de Infraestrutura se arrasta por anos. Em sua concepção, a estrutura da época em que ela foi criada não consegue atender toda a demanda. “O município cresce rapidamente e automaticamente aumentam as demandas. Acredito que o líder do prefeito (Manoel Mazzutti – MDB) poderia levar essa sugestão ao Executivo Municipal e mesmo que não consiga ter profissionais em cada secretaria que se estruture os setores”, comentou.

Ele também levantou críticas à imprensa do município na cobertura do acidente que vitimou uma jovem. “A imprensa do município está em débito com a população. Não é que tenha que denegrir a imagem do produtor rural, responsável pelo acidente, mas não se deve silenciar”, frisou.

Além de concordar com o pensamento dos vereadores Kinha Juritis (PV) e Piru, o vereador Carlos Araújo (PP) também levantou apoio a estruturação dos setores da Secretaria de Infraestrutura para atender melhor as demandas das frotas de veículos das secretarias de educação e saúde. “Também sou a favor de que os recursos arrecadados no trânsito sejam aplicados no trânsito. Estamos com várias deficiências e falta de sinalização”, disse.

 

Fórum Comunitário do Selo Unicef 

O primeiro secretário, o vereador Carlos Instrutor (PSD) mencionou o 1º Fórum Comunitário do Selo Unicef 2017-2020 realizado na última semana, no auditório do Instituto Federal de Mato Grosso, reunindo mais de 200 pessoas que colaboraram com o planejamento de execução de 11 indicadores estabelecidos pelo programa e garantir o Selo para os próximos quatro anos.

Ele também parabenizou a equipe da escola Maria Sebastiana, no bairro Primavera III. “Eles têm desenvolvido um belo trabalho, mesmo sem recursos e estrutura, a diretora com a ajuda dos pais consegue deixar com que não falte nada para os alunos. Também percebemos uma mudança significativa no comportamento dos alunos”.

Produção, trabalho, industrialização e incentivos fiscais

A vereadora Edna Mahnic (PT) usou a tribuna para discursar sobre produção, trabalho, industrialização, mão de obra e incentivos fiscais. Segundo a parlamentar, em todos os espaços de discussão, quando o assunto é desemprego e desenvolvimento do município – “ouvimos a necessidade de trazer indústrias e, penso, que nesse sentindo temos muito para discutir. Claro que queremos que nossa cidade seja industrializada e empregue o máximo de moradores, mas não é bem assim que acontece quando trazemos uma grandes industrias. Nos municípios de grande e médio porte, como é o caso de Primavera do Leste, as empresas convidadas a se estabelecerem,  exigem uma pesada contra partida mediante a concessão de fortes incetivos concedidos pelo Estado ou próprio município.  Assim, vez ou outra, uma empresa de grande porte cria algumas unidades de produção em troca dos incentivos que custam muito caro para os cofres públicos”.

Infraestrutura

O vereador Elton Baraldi (MDB) mencionou a recuperação da Ponte do Rio do Café, que era uma demanda antiga da região. “A gente sabe que era necessária a construção de uma ponte de concreto, mas falta recurso, por isso foi feita apenas a recuperação e o trabalho ficou muito bom”. Ele ainda fez duras críticas ao governado Pedro Taques (PSDB).  “São 27 pontes de madeiras que tem um custo elevadíssimo para o município. Elas estão inseridas no Programa Pró-pontes do Governo Estadual, que também não passa de mais uma das promessas de Taques. Governador não queremos promessas, queremos que pague os débitos com o nosso município, principalmente na área da saúde, os R$ 8 milhões”, criticou.

 

Audiência Pública

 

O vereador Juarez Barbosa (PDT) comentou de uma agenda política que cumpriu na capital, ao lado das vereadores Iva Viana, companheira de partido e Carmen Betti (PSC). “Participamos de uma audiência pública e estivemos no gabinete do deputado estadual Zeca Viana (PDT) para acompanhar os trâmites da emenda parlamentar destina para a compra de equipamentos para unidades escolares”.

Ele também convidou a toda comunidade a participar da Audiência Pública que será realizada em agosto com o objetivo de debater com os poderes públicos constituídos, técnicos, instituições e com a sociedade em geral, “A família no contexto político, social, religioso e jurídico no município”.

 

Solicitações não atendidas

O vereador Luis Costa (PR) mencionou visita a ponte de madeira do Rio das Mortes e questionou que sua indicação não foi atendida. “Fiz o pedido e não fui atendido. Me espantei quando ouvi o parlamentar Elton Baraldi (MDB) anunciar que o problema será resolvido, porque as conversas que chegam em meu gabinete é de que existe ordem para que os meus pedidos não sejam atendidos. Não quero me beneficiar. Fico feliz com a resolução desse problema que beneficiará a população”, afirmou.

 

Trânsito

O vereador Manoel Mazzutti (MDB) comentou a preocupação dos colegas vereadores com o trânsito e afirmou que o setor não precisa apenas de investimentos, mas de criatividade. “Temos uma situação peculiar no cruzamento da Rua do Comércio com a José Donin. Tomei a liberdade e liguei para o coordenador da CMTU e para o prefeito. No local, por uma necessidade técnica foi necessário trocar a preferência de fluxos, a preferência que era dos motoristas que trafegavam pela Rua do Comercio, agora é para os que trafegam na Rua José Donin. “Foi colocado placa de sinalização e feito a pintura da faixa, mas a tinta não dura nem um dia inteiro e sumiu. Quero dizer que tenho a função de ser líder do prefeito, mas antes disso, eu sou um vereador nessa condição, sou muito independente dos meus atos e decisões. Eu disse ao coordenador e prefeito, o que vou dizer agora: “coordenador, prefeito, vai morrer gente naquele local. Não sou bruxo, mas se não tomarmos uma decisão política de investirmos R$ 150, 200 ou 300”.

 

Asfaltamento bairros Primavera III e Tuiuiú

O vereador Neri Gaiteiro (PDT) defendeu indicação de iluminação, ciclovias e quebra-mola para na estrada que receberá obra de asfaltamento e ligará os bairros Primavera III e Tuiuiú. “Falei com o Secretario de Infraestrutura, Eduardo Wolff, e ele me afirmou que os trabalhos devem iniciar em breve para que o anseio da comunidade seja atendido”.

 

Pesar

O vereador Paulo Márcio (DEM) desejou os pêsames pelo falecimento da colega Evangeline. “Na qual ive a oportunidade de trabalhar e desenvolver atividades na Secretaria de Educação. Uma pessoa companheira e amada. Fica o pensa desse vereador a toda família”.

 

Driely Pinotti/ Assessoria de Comunicação

 

 

Leia Também